Apresentação do Cordel Jeito diferente de falar

sexta-feira, 14 de julho de 2017

FLIT - ESTAÇÃO COLINAS




De sete a nove de junho
Colinas e região
Receberá a FLIT
Sendo a nona estação
Grande encontro cultural
Ressalto diante mão.

Aguardamos todos lá
Neste grandioso evento
Conheça a programação
Procure ficar atento
Quinta feira sete horas
Será o descerramento

Um evento recheado
De vasta programação
A banda dos fuzileiros
Com bela apresentação
E a tenda dos repentistas
Com rimas e animação.

Teremos vários espaços
Tendas de exposição
Brincadeiras pras crianças
Praça de alimentação
Além do palco pra shows
Com vasta programação.

Também teremos o FESTA
Uma das marcas da FLIT
Onde o talento aflora
No festival se transmite
Aposte nesta ideia 
Venha ver e acredite.

Já o esporte com Jet’s
Vem é com força total
Movimenta a garotada
Com o vôlei e futsal
O atletismo e o xadrez
Num verdadeiro ritual.

E além de tudo a FLIT
Também tem a formação
Um espaço que promete
Pra todos da educação
Com palestras e oficinas
Que trás capacitação.

O nosso homenageado
O poeta José dos Reis
Professor da rede pública
Apresento pra vocês
Aceite os  parabéns
Do cordeleista  Juarês.

A DRE-Colinas  convida
Venha sim participar
Deste grandioso evento
Que ora vamos sediar
Cultura, lazer e esporte
Aqui vamos respirar.


Juarês Alencar Pereira
       DRE- Colinas
        01-06-2012.



sexta-feira, 7 de julho de 2017

quarta-feira, 5 de julho de 2017

quarta-feira, 28 de junho de 2017

segunda-feira, 26 de junho de 2017

sexta-feira, 23 de junho de 2017

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Vozes das Ruas...



Resultado de imagem para bandeira do brasil
Imag. google

Um congresso indiferente
A vontade popular
Não ouve a voz das ruas
Que quer o Brasil mudar
Cometem um absurdo
E se fazendo de surdo
Preferem não escutar...

Enquanto o Brasil em luto
Numa grande comoção,
O congresso aproveitou
Já fez logo a votação...
E diante desse momento
Com o povo desatento
Teve a PEC a aprovação.

Contrariando o País
E toda sociedade
Outro dia aprovaram
A tal PEC da maldade,
Sobrando assim para o povo
E o trabalhador de novo
Pagar tanta atrocidade.

Não entendo esse País
Com tanta disparidade
Pra uns é só benefícios
E vivem na imunidade
Fazem e acontecem
E no bem bom permanecem
Livres com a impunidade.

O Brasil está em crise
Apesar de ser potência
Devido administrações
Ausentes de competência
Estados e municípios
Passam grandes sacrifícios
Sofrendo a mesma carência.

Governos que se preocupam
Em agregar aliados
Inchando a máquina pública
Com salários avultados
Tem cargos sem que precise
Gerando essa grave crise
E os estados endividados.

Depois que a coisa tá feia
O servidor tem que pagar
Quem trabalha dia a dia
Agora tem que arcar
Inflação pra todo lado
E salário congelado
Sem direitos agregar.

Tem muita coisa errada
Tamanha ilegalidade
Os salários dos poderes
Com tanta disparidade
Por que não equiparar
Pra todo mundo ganhar
Conforme a escolaridade...

Que haja um sistema justo
Sem ser tanto desigual
Para servidores públicos
A isonomia salarial
Pondo fim a mordomia
Que a muito já se via
A lei tem que ser igual.

Os estados sim precisam
De mudanças pra valer
Equilibrar as finanças
Para voltar a crescer
Acabar as mordomias
Seguindo por essas vias
Todos farão o dever.